Pular para o conteúdo

ActiveJdbc, uma boa opção para trabalhar com ActiveRecord em Java

janeiro 2, 2011

Para aqueles que me acompanha no twitter e um pouco nesse blog, sabem que sou um admirador da simplicidade e produtividade do Ruby On Rails um framework web em ruby.

Quero deixar bem claro que não tenho nada contra o java e por isso mantenho meus trabalhos com ele quando necessário, mas acredito muito que a programação poliglota está ai para que seus problemas sejam resolvidos independente da linguagem. Saber identificar o problema e mais que tudo saber escolher a ferramenta certa para resolve-la é o que o faz um bom arquiteto.

Durante um projeto no qual tenho trabalhado ou melhor passado a maior parte do meu tempo, esse tempo que posso dizer que não é muita coisa já que não é um projeto que estou trabalhando fulltime, eu tenho escolhidos frameworks que facilite a minha vida e atrapalhe menos. Como eu também desenvolvo projetos com Rails carrego pra os outros projetos seja qual for a sua tecnologia a necessidade de coisas que o Rails me deram como ferramenta para facilitar meu trabalho e uma delas foi o componente de persistencia ActiveRecord.

Active Record is the base for the models in a Rails application. It provides database independence, basic CRUD functionality, advanced finding capabilities, and the ability to relate models to one another, among other services.

Nesse projeto no qual foi preciso utilizar o java por questões contratuais que não vem ao caso explicar, percebi que seria uma boa opção aplicar algo parecido. Logo fiz algumas buscas no google e conheci um projeto chamado ActiveJDBC (AJ) criado pelo Igor @ipolevoy. Gostei muito do que vi, trazia a simplicidade e produtividade que eu precisava. ( como diz o próprio ipolevoy, uma especie de “java lightway” )

Um dos problemas que complica a utilização do ActiveRecord em java é devido as próprias restrições da linguagem, no qual o AJ utiliza-se de alterações do bytecode para gerar os metodos estáticos necessários.

Já utilizo o AJ tem 5 meses e já passei por diversas situações nos quais ele não dá suporte e muito do core dele eu alterei para atender as minhas necessidades. Conversando com o Igor (ipolevoy) venho pedindo a ele para hospedar o AJ no Github ( se você não conhece o github, é melhor dá uma pesquisa no google e conhecê-lo ). Mas para ele ainda não é prioridade essa migração.

Algumas anotações e metodos do core eu alterei/criei e ainda devo gerar um path para ele analisar.

Prefiro não exemplificar sobre o funcionamento do ActiveJDBC, para isso recomendo ler o wiki do projeto e conhecê-lo melhor. Convido você também a participar da lista de discurssão do grupo e postar dúvidas e melhorias.

Não fiz nenhum tipo de banchmark sobre performace do AJ, mas minha aplicação se comporta muito bem e ate mesmo melhor que utilizando o hibernate ( não posso afirmar isso sem dados concretos , mas conversando com o Igor (ipolevoy) ele tem dito que o AJ se comporta ate 40% mais rápido que o hibernate ).

Vale a pena dá uma olhada pra esse framework se você está precisando utilizar AR com java. Ele pode ser uma boa opção.

About these ads

From → Sem categoria

Um Comentário
  1. Ramon de Jesus Link Permanente

    Programação poliglota? Achei q vc só fosse bilingue Verto.(PHP e JAVA)
    Gostei do post e da dica trabalhar com AR no java é sussa! Valeu!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: